Programa da Paróquia

sábado, 15 de julho de 2017

Convívio de Santa Marta a 29 de julho

No dia da festa litúrgica de Santa Marta, padroeira da paróquia da Calvaria, dia 29 de julho, sábado, a Comissão da Festa organiza um momento de convívio, junto à igreja paroquial, com início pelas 19h, com sardinhada e pernil de porco no espeto, e animação com a marcha de São Jorge, às 20h.

Pelas 21h haverá um momento de oração na igreja, em honra da Padroeira, seguido-se a procissão de velas. No final da procissão, haverá ainda as tradicionais filhoses e café d’avó, e animação musical.


A Festa em Honra de Santa Marta será, depois, nos dias 4 a 8 de agosto.

PROGRAMA DO CONVÍVIO A 29 DE JULHO:
19h00 - Início do Convívio
20h00 - Animação com a Marcha de São Jorge
21h00 - Oração e Procissão de Velas
22h00 - Animação musical

A semente é lançada... e como é acolhida?

16 de julho de 2017 | 15º Domingo do Tempo Comum
Leituras | Comentário | Avisos | Boletim

A parábola do Evangelho deste Domingo põe-nos diante de um semeador quase «esbanjador»: parece não se preocupar onde cai a semente; apenas se preocupa em lançar, lançar... E não é semente fraca: onde a terra é boa produz com abundância!

Mas também cai noutras terras: o coração endurecido onde não é capaz de entrar, o inconstante que não deixa criar raízes, o materialista que deixa sufocar a semente por outros interesses... Ou um pouco de tudo isto em conjunto... Talvez misturado com momentos de boa terra, de um coração atento, disponível, capaz de se comprometer e viver no Amor…

Uma história que nos põe facilmente do lado do «terreno» e que nos faz questionar da atitude perante a Palavra escutada: como é que ela está a ser acolhida e vivida?

sábado, 8 de julho de 2017

Paróquia da Calvaria em passeio


No passado sábado, dia 1 de julho, um grupo de cerca de 150 pessoas da paróquia da Calvaria, tiveram um dia de convívio no passeio paroquial. A manhã foi entre a Basílica do Palácio Nacional de Mafra, onde se apreciou a arte barroca, e a Tapada de Mafra, com a possibilidade de fazer um passeio num comboio turístico para ver os principais pontos de interesse e, sobretudo, alguns animais da Tapada e, por fim, a demonstração de voo livre das aves de rapina.

Foi ainda na Tapada que se fez o piquenique, com tempo para comer, descansar e conviver. De regresso, uma paragem em Óbidos, para um tempo de visita livre a esta vila medieval, para apreciar as ruas, a ginja, as muitas lojas de recordações... Por fim, já fora dos muros da vila, a celebração da Eucaristia no Santuário do Senhor da Pedra. A celebração foi também o momento para agradecer a presença do Diácono Eduardo na paróquia ao longo deste ano pastoral, agora que este tempo de estágio está a chegar ao fim.

Depois de um lanche, o regresso a casa, com a sensação de um dia bem passado!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Simplicidade, humildade, pequenez...

9 de julho de 2017 | 14º Domingo do Tempo Comum
Leituras | Comentário | Avisos | Boletim

O texto do Evangelho deste domingo começa com uma oração de Jesus: «Eu Te bendigo, ó Pai, porque escondeste estas verdades aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos...» Na continuação do texto, dá-se a entender que «estas verdades» a que apenas os «pequeninos» têm acesso é o conhecimento de Deus: «ninguém conhece o Filho senão o Pai...».

Algo constante na história da revelação de Deus é a simplicidade, humildade e pequenez: Deus não escolhe revelar-se à força, mas propõe-se a quem está desperto para O acolher, sem necessidade de milagres estrondosos, mas na simplicidade de quem se dispõe a acolher, na vida, o suave peso do Amor... É nesse Amor, como Jesus o viveu, que se liberta a vida do peso e do cansaço que oprime, e se abre ao horizonte de «descanso» de uma vida boa, bela e feliz...