Programa da Paróquia

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Celebrações de Natal e Ano Novo

CELEBRAÇÕES DE NATAL:
Dia 24 de dezembro, domingo, “Missa do Galo”
- 23h00, na igreja de São Jorge

Dia de Natal, segunda-feira:
- 09h30, na igreja dos Casais de Matos
- 11h00, na igreja paroquial.

CELEBRAÇÕES DE ANO NOVO
Dia 1 de janeiro de 2018, segunda-feira:
- 09h30, na igreja de São Jorge,
- 11h00, na igreja paroquial da Calvaria;
- 19h00, na igreja do Casal do Relvas.

Vivei sempre alegres!

3ª Domingo do Advento | 17 de dezembro de 2017
Leituras | Comentário | Avisos | Boletim

A segunda leitura deste 3º Domingo de Advento começa com este apelo à alegria, nota que se encontra também na primeira leitura, quando o profeta afirma que exulta de alegria no Senhor, que a sua alma rejubila em Deus.

João Baptista, no Evangelho, é interrogado acerca da sua identidade: «Quem és tu»; e, com segurança, afirma ser a «voz» que clama no deserto: a sua identidade está na sua missão de mostrar presente no mundo Aquele que ainda não é conhecido. O testemunho é, no fundo, a sua identidade e a sua pessoa, e anunciar que está presente a Luz, dar a conhecer esta Boa Notícia, não pode deixar de ser uma fonte de alegria.

A certeza da presença de Jesus Cristo neste mundo, a esperança da sua vinda definitiva, o caminho de renovação interior para O seu acolhimento, a Luz que Ele é para nós, são, no tempo de Advento, fundamento de uma alegria que se faz festa plena no Natal: festa da vida, festa do encontro, festa da partilha, festa da família...

Acolhendo o dom de Deus, vivendo a festa de se deixar encontrar por Ele, talvez, como João, possamos (com alegria) saber dizer-nos a nós próprios de uma forma plena quando nos perguntarem também a nós: «Quem és tu?»

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Dois novos acólitos em São Jorge

No passado sábado, dia 9 de dezembro, assumiram a sua missão como acólitos, dois novos elementos que se integraram no grupo dos acólitos daquela comunidade, para começarem a servir ao altar durante as celebrações.

Na celebração desse 2º Domingo do Advento, foram também benzidas as imagens de São José a colocar nos presépios, quer da capela quer nas casas, seguindo a proposta da campanha para o Advento do Serviço Diocesano de Catequese.

sábado, 9 de dezembro de 2017

25 e 50 anos de matrimónio

No próximo domingo, dia 17 de dezembro, haverá a celebração dos jubileus matrimoniais na paróquia da Calvaria. Convidam-se os casais que celebraram, ao logo deste ano de 2017, os 25 ou 50 anos de casamento a estarem presentes na missa das 11h, na Calvaria para esta celebração festiva.

Nesse dia vão estar também na igreja os oratórios da Sagrada Família que percorrem as famílias da nossa paróquia.

«Preparai os caminhos do Senhor»

10 de dezembro de 2017 | 2º Domingo do Advento
Leituras | Comentário | Avisos | Boletim

No segundo Domingo de Advento, o início do Evangelho de Marcos põe-nos diante do testemunho de João Baptista: as suas palavras, e a sua própria presença, são um desafio para as comodidades e instalações na vida.

Para além do convite a «preparar o caminho do Senhor», o convite à conversão, a repensar e reestruturar a vida de acordo com os critérios divinos, a sua própria atitude põe-nos diante da «essencialidade» da vida - no deserto, comia do pouco que ali se encontrava, vestia frugalmente... Não era uma «cana agitada pelo vento» (oca por dentro), mas um homem preenchido, com sentido. Todo ele, em palavras e em pessoa, é um apelo à conversão, à busca do essencial, ao reorientar do percurso de vida, à desinstalação dos vícios...

Uma «voz» que incomoda, mas que faz bem escutar...

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

O Serviço como estilo: ação de formação

Formação | Vigararia da Batalha
15 dezembro | 21h

No próximo dia 15 de dezembro, sexta-feira, pelas 21h, no Centro Paroquial da Batalha, haverá uma formação sobre o ministério ordenado e diaconado permanente, orientada pelo padre Pedro Viva. Com o tema "O Serviço como Estilo", e no contexto do centenário da restauração da nossa Diocese, será uma oportunidade para aprofundar o sentido do ministério ordenado na Igreja.

Destina-se à vigararia da Batalha, sendo convidados a participar todos os interessados, de modo particular os que estão mais empenhados nas diversas atividades das paróquias, membros dos conselhos e comissões, ministros extraordinários da comunhão, catequistas, e possíveis candidatos ao diaconado.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

«O que vos digo a vós, digo-o a todos: Vigiai!»

3 de dezembro de 2017 | 1º Domingo do Advento
Leituras | Comentário | Avisos | Boletim

Começamos o tempo de Advento: tempo de espera, mas sobretudo de esperança. Aguardamos e preparamos o Natal; mas vivemos este tempo para além da comemoração de um acontecimento passado: Jesus nasceu, mas hoje faz-se presente, no caminho que fazemos para a eternidade. Passado - presente - futuro, cruzam-se em nós, para que o Senhor que vem, Aquele para quem caminhamos, esteja já hoje e sempre em nós...

Vigiai: o primeiro domingo deste tempo faz-nos olhar de uma forma particular para o presente, para a vida que é feita agora das nossas opções. E se olhamos para o presente com esperança é porque não esquecemos de onde vimos e para onde vamos: no batismo acolhemos a vida do ressuscitado; de «vela acesa» caminhamos para a ressurreição.

Vigiai: na construção da vida em família, não esquecemos o que nos dá a verdadeira segurança e alicerçamos a construção nos valores do respeito, acolhimento, serviço, fraternidade, solidariedade, amor... O presépio em família será uma possibilidade de voltar à essência da vida familiar.

Vigiai: também na certeza de sermos família diocesana, desta Igreja onde vivemos, Diocese de Leiria-Fátima que celebra 100 anos da sua restauração. Porque a vida da fé, não a vivemos sozinhos. Somos Igreja, a família dos que acreditam em Jesus e se ajudam uns aos outros a estar atentos para reconhecer e acolhermos os sinais do amor de Deus: no nosso grupo, na nossa comunidade e paróquia, nesta nossa Diocese de Leiria-Fátima. Na verdade, a Igreja é a casa onde nascemos, crescemos e vivemos como cristãos. E o Batismo é o sacramento que nos faz participar desta família: nele vivemos como que um novo nascimento para esta família dos filhos de Deus que é a Igreja.